Quarta-feira, 19 de Maio de 2004

Poeta de Esplanada

Numa esplanada, de um qualquer café.
Três srs. de colarinho e gravata,
falavam entusiasmados sobre poetas
e poesia.
Junto a eles, um varredor apanhava
as beatas e papeis, que os srs.
teimavam em deitar para o chão.
Um de eles, em tom de escárnio,
perguntou ao varredor:
- Oh moço? Sabes o que é um poema?
Os três riram.

O pobre homem, olhou para eles
e retorquiu:
-Só lhe respondo, se o sr. doutor
me escrever primeiro, umas frases
que lhe vou ditar.

Admirado com a atitude do homem
e disposto a gozar um pouco mais,
anuiu, tirando de uma pasta,
um bloco de folhas e prestou-se
a escrever.
Então o varredor disse-lhe:
- Tem uma condição, uma frase
uma linha.
O sr. de colarinho concordou,
preparando-se.
O Varredor começou.


Atentem neste Sol
Neste céu pardacento
Em que sua luz
não penetra.
Nestas paredes escurecidas
De alvenaria carcomida.
Atentem nestas varandas
Nas bandeiras e aros
Destas pôdres janelas.
Naquelas cortinas rotas
Na idosa que nos espreita.
Atentem nos pombos
E nos andorinhões
Que esvoaçam
De beirado em beirado.
Atentem neste chão
Sujo e escarrado
Que continuo varrendo.
Nos vossos fatos e camisas
De bom algodão engomado.
Atentem nos vossos
Aneis de curso
Na sua caneta de ouro
Na folha antes alva.
E por fim,
No poema que acabei
De vos recitar!


De acto contínuo, o varredor,
encostou a vassoura,
pegou na folha de papel,
pegou na caneta de ouro
e acrescentou ao poema:


autor: Jorge Assunção
2004/05/19
in Tou no TOP
publicado por Jorge dAlfange às 15:02
link do post | comentar | favorito
|
77 comentários:
De Andra Motta a 19 de Maio de 2004 às 15:13
Linda prosa poética meu amigo querido :) Beijos com carinho.


De vanessa a 19 de Maio de 2004 às 15:16
Muito bonito Jorge :) Beijinhos *


De jorgebond a 19 de Maio de 2004 às 15:19
Andréa, obrigado beijokas para ti.


De Lady a 19 de Maio de 2004 às 15:20
demais!!! mto bonito mesmo! parabens pelo teu blogg


De jorgebond a 19 de Maio de 2004 às 15:22
Vanessa, olá miguinha, então e a vidita? beijokas e obrigado.


De jorgebond a 19 de Maio de 2004 às 15:29
Lady C. Obrigado miguinha transatlantica, um beijão doce para si!


De wind a 19 de Maio de 2004 às 16:44
Simplesmente espectacular:)


De jorgebond a 19 de Maio de 2004 às 17:05
Wind, ok thanks, kiss.


De Pedro Lima a 19 de Maio de 2004 às 20:47
A poesia, digo eu, a verdadeira poesia, não é coutada de alguns, não nasce com a gente, não se deixa aos pósteros. A poesia há-de ser, digo eu, um desembrulhar de alma, um expô-la ao Sol e aos elementos, um sentir o pulsar do nosso e do coração dos todos.
Desculpa-me a falta de jeito mas só me ocorre esta;
Boa malha Bond,
Grande abraço


De jorgebond a 19 de Maio de 2004 às 21:56
Eh Pedro, agora deixáste-me sem palavras ou quase.
Tens toda a razão, a poesia é de quem a sente, de quem a escreve, de quem nos dá a ler, o que lhe vai no sangue e na alma! Um grande abraço.


Comentar post

.mais sobre mim

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Vagueando ao vento...

. De vão em vão...

. Que te incomoda isso??

. Nesta dor que sinto...

. Ode ao Mar...

. Páscoa feliz

. Break time...

. Rosas da calçada

. Sindarin

. April 25... ?

.arquivos

. Junho 2011

. Outubro 2010

. Junho 2008

. Março 2008

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

.tags

. fotos

. poesia

. santarém

. santarem

. todas as tags

.SCAL-TUGA

SCALTUGA.gif
blogs SAPO

.subscrever feeds