Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Desordem no Coreto...

Estranhas partituras estas...
Clarinetes entoando em falsete...
Mistura explosiva, em claves de Sol.

Trompas ecoam em contrabaixo...
Fazendo subir o pano...
Enquanto límpidas sinetas,
anunciam o clarear dos Sax e Fagotes.

Troa o Bombo...
Arrebentando murmúrios...
Rasgados p'lo chilrreado das Trompetes.

Vale aqui, a Batuta do Maestro...
Ríspida...
Mas impõe a ordem!



Jorge Assunção
2004 / 09 / 22
In Versejar
publicado por Jorge dAlfange às 23:12
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Setembro de 2004

Falta-me... respirar

Sinto-me acorrentado,
estropiado de ideias...
Atraiçoado p'lo tempo!

Limitado no espaço...
Falta-me...
O ar oxigenado,
potenciador da vontade.
Falta-me... respirar!

Quero um espaço só para mim
Deixar-me envolver
...em cada imagem
novas sensações.
Mergulhar em águas revoltas!

Falta-me...respirar!



autor: Jorge Assunção
2004 / 09 / 13
in Tou no Top.blogspot
publicado por Jorge dAlfange às 13:09
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Setembro de 2004

Pseudo Poetas...o que são?

Pseudo poetas...
Criadores da ilusão
Pseudo palavras abertas
em sofrimento ou paixão

Pseudo pessoas
cientes, inconscintes
Almas perdidas, boas...
Colectoras de descrentes

Escrevem cartas abertas
com rancor ou educação
Pseudo poetas...
O que são?

Seres estranhos?
Ocultos sob heterónimos
Escrevem encantos tamanhos
assinados com pseudónimos

Pseudo poetas?
O que são?



autor:Jorge Assunção
2004 / 09 / 08
in Shrine of Hypnos
publicado por Jorge dAlfange às 09:57
link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Setembro de 2004

Inumanidade...

Paredes que escorrem dor
A humanidade exposta
Em corredores/montras de sofrimento.
A indiferença de quem passa
E recusa o gesto.
A morte que se passeia livre
E escolhe o próximo.
E o medo de quem espera
De quem recusa o gesto
Não se permitindo
Nem um momento de distracção.
Para que depois a morte,
Puta que se passeia livre
Em corredores de sofrimento,
Não diga:
Estavas distraída
Não olhaste
Roubei-te a ti


encandescente

"In Shrine of Hypnos - 2004/03/30"



"A morte...
É das prostitutas,
aquela...
que nos consegue esbrugar a carne,
...sem darmos conta! "


Jorge Assunção
2004 / 03 / 31
in Shrine of Hypnos - Comments


publicado por Jorge dAlfange às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Setembro de 2004

Mar celestial...

Terra1.jpg
Todos direitos reservados a MICROSOFT-TM




Deixei o Mar
falar por mim...
Marulhar na areia
meus pensamentos.

Sua espuma leve...
receber com sorrisos
Imensidão celestial...
para vos acarinhar

Este Mar...
Saúda-vos.




autor: Jorge Assunção
2004 / 09 / 01
in Tou no Top
publicado por Jorge dAlfange às 13:15
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|

.mais sobre mim

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Vagueando ao vento...

. De vão em vão...

. Que te incomoda isso??

. Nesta dor que sinto...

. Ode ao Mar...

. Páscoa feliz

. Break time...

. Rosas da calçada

. Sindarin

. April 25... ?

.arquivos

. Junho 2011

. Outubro 2010

. Junho 2008

. Março 2008

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

.tags

. fotos

. poesia

. santarém

. santarem

. todas as tags

.SCAL-TUGA

SCALTUGA.gif
blogs SAPO

.subscrever feeds